Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MEECult , MEU

Inventário e Interpretação Patrimonial (1 º Sem 2018/2019)

Código: 00774
Acrónimo: 00774
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 21.0 h/sem 129.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2018/2019
Pré-requisitos Nenhum
Objectivos A unidade curricular tem como objectivo geral fornecer um conjunto de conhecimentos e desenvolver capacidades que habilitem para a definição de intervenções no âmbito patrimonial.
Programa 1. Apresentação: programa, bibliografia e avaliação.
2. Construção da Identidade.
3. Património: evolução do conceito; o caso português.
4. Património Cultural: categorização operativa.
5. Património Cultural: legislação; quadro normativo nacional e internacional. 5. Inventário Geral: protecção, conservação e valorização do Património.
6. Interpretação do Património: metodologia, ambivalência, mediação, novas tendências.
7. Políticas culturais: parcerias público-privadas na operacionalização do usufruto do património; intervenção da sociedade civil.
8. Visitas de estudo a dois casos práticos relacionados com a matéria.
9.Balanço
Processo de avaliação A avaliação valoriza muito a assiduidade e participação nas aulas e nas visitas ao terreno (25%). Para além disso, será pedida uma análise crítica a uma das duas saídas de campo, sob a forma de um trabalho escrito, envolvendo os conceitos e conhecimentos adquiridos (75%).
Processo de ensino-aprendizagem A metodologia assenta em aulas expositivas sobre os conteúdos programáticos complementadas com apresentação de casos práticos. Para uma melhor compreensão das problemáticas e da realidade portuguesa, são indispensáveis visitas ao terreno em contacto com os profissionais do setor . Serão programadas duas saídas de campo.
Observações -
Bibliografia básica Custódio, J. coord. (2010), 100 anos de Património. Memória e Identidade: Portugal 1910-2010, Lisboa, IGESPAR
Choay, F. (2008), A alegoria do Património, Lisboa, Ed. 70
Lacroix, M. (1999), O princípio de Noé ou a ética da salvaguarda, Lisboa, Instituto Piaget
Lopes, F. e M. B. Correia (2004), Património Arquitectónico e Arqueológico: cartas recomendações e convenções internacionais, Lisboa, Livros Horizonte
Lowenthal, D. (1985), The Past is a Foreign Country, Cambridge, CUP
Silva, J. P. da (1980), Pretérito Presente: para uma teoria da preservação do património histórico-artístico, Lisboa, SEC.
Smith, L. e N. Akagawa, ed., (2009), Intangible Heritage: Key Issues in Cultural Heritage, NY, Routledge
Tilden, F. (1967), Interpreting Our Heritage, The University of North Carolina Press
Waterton, E. e S. Watson, ed. (2015), The Palgrave Handbook of Contemporary Heritage Research, Palgrave Macmillan UK
Bibliografia complementar Ballart, Josep (1997), El Patrimonio Histórico y Arqueológico: Valor y Uso, Barcelona, Ed. Ariel, S. A.
Blockley, Marion e Alison Hems, ed. (2006), Heritage Interpretation: Theory and Practice: Issues in Heritage Management, London, Routledge
A.A.V.V. (2003), Direito do Património Cultural: legislação, Coimbra, Almedina
Henriques, Fernando (1991), A conservação do património histórico edificado, Lisboa, LNEC
Lopes, Flávio (1996), Cartas e Convenções Internacionais, Lisboa, IPPAR.
Lopes, Flávio (2012), Património Arquitectónico e Arqueológico. Noção e Normas de Proteção, Lisboa, Caleidoscópio
Magrinho, Sofia (2017), A defesa e salvaguarda do Património em Portugal. As associações de defesa do património (1974-1997), Tese de Doutoramento em História Moderna e Contemporânea, Lisboa, ISCTE-IUL.
Marques, Teresa (2007), "O conhecimento do património: a sustentabilidade de um projecto de serviço público", In Estudos Património, Lisboa, IPPAR, n. 10
Mohen, Jean-Pierre (1999), Les sciences du patrimoine: identifier, conserver, restaurer, Paris, Odille Jacob,
Ramos, Manuel João, org.  (2003), A Matéria do Património: Memórias e Identidades, Lisboa, Colibri.
Rizzo, Ilde e Anna Mignosa, ed. (2013), Handbook on the Economics of Cultural Heritage, Edward Elgar Publishing Limited