Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MCE , MPE , MPRI

Métodos de Investigação em Psicologia I (1 º Sem 2019/2020)

Código: 01476
Acrónimo: 01476
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português, Inglês
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 6.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 27.0 h/sem 123.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2019/2020
Pré-requisitos Não se aplica.
Objectivos Com esta Unidade Curricular (UC) pretende-se desenvolver competências de planeamento, realização e redacção de investigação. A UC tem também como objectivo geral o treino da avaliação crítica da qualidade da investigação.
Programa O programa está organizado nos seguintes conteúdos programáticos (CPs):
CP1: Planeamento de um projeto de investigação
- O processo de investigação
- Tipo de literatura, fontes de informação e indicadores bibliométricos
- Ética na Investigação
- O problema de investigação e sua importância
- Opções metodológicas: investigação qualitativa, quantitativa e mista
- Formulação de hipóteses;
- Variáveis: operacionalização e manipulação de conceitos
-Desenhos de pesquisa
-Análise da qualidade da investigação
CP2: Redação de projetos e relatórios de investigação
- Normas de escrita na investigação
- Secções formais de um projeto e relatório de investigação
CP3: Introdução à análise de dados:
- Questões de investigação e tipo de análise;
- Utilização de ferramentas na análise de dados (SPSS e outras ferramentas)
- Criação e introdução de dados
- Operações sobre a base de dados, incluindo estatística descritiva e avaliação da fiabilidade de medidas
Processo de avaliação Avaliação contínua ou final (1º e 2º época):
Avaliação contínua (1º época): trabalho de grupo [70%: inclui projeto de investigação (30%), protocolo de investigação (10%), formulário para comissão ética (10%), apresentação oral (20%) + exame individual (30%).
Avaliação final (1º ou 2º época) (100%): exame individual.
Aprovação: classificação igual ou superior 9.5.
Processo de ensino-aprendizagem Serão utilizadas metodologias diversificadas que visam promover a capacidade de aprendizagem autónoma, contínua e orientada para a concretização dos OAs referidos. As aulas incluem uma componente expositiva, metodologias participativas de discussão em pequenos grupos, e uma forte componente prática durante a qual são realizados e discutidos exercícios com vista à aplicação dos conceitos abordados. Na plataforma de e-learning são disponibilizados os materiais pedagógicos utilizados nas aulas.
Observações
Bibliografia básica - APA (2010). Publication manual of the American Psychological Association (6th ed.). Washington: APA
- Arriaga, P. & Sales, C. (2016). Como Planear a Investigação? In Garrido & Prada, Manual de competências académicas (pp. 199-233). Lisboa: Sílabo.
- McLeroy et al. (2016). Scientific reporting: Raising the standards. Health Educ & Beh, 43(5), 501-508.
- Nosek, B. A. et al. (2018). The preregistration revolution. Proceed of the Nat Acad of Sciences, 115(11), 2600-2606.
- LeBel, E. et al. (2018). A unified framework to quantify the credibility of scientific findings. Advances in Methods and Practices in Psychological Science, 1(3), 389-402.
- Conselho da União Europeia (2016). Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (2016/679). Jornal Oficial da União Europeia.
- Lima, L., & Bernardes, S. (2013). Métodos de investigação em psicologia social. In Vala, & Monteiro, Psicologia social (pp. 1-41). Lisboa: FCG.
Bibliografia complementar - All European Academies. (2017). The European code of conduct for research integrity. (Rev. ed.). Berlin, Germany: ALLEA.
- Belter, C. W. (2015). Bibliometric indicators: opportunities and limits. Journal of the Medical Library Association: JMLA, 103(4), 219-221.
- Bryman, A. (2012). Social research methods (4th ed.). Oxford: Oxford University Press.
- Grant, M. J., & Booth, A. (2009). A typology of reviews: an analysis of 14 review types and associated methodologies. Health Information & Libraries Journal, 26(2), 91-108.
- Grant, S., Mayo-Wilson, E., Melendez-Torres, G., & Montgomery, P. (2013). Reporting quality of social and psychological intervention trials: A systematic review of reporting guidelines and trial publications. PLoS One, 8(5), e65442.
- Helgesson, G., & Eriksson, S. (2019). Authorship order. Learned Publishing, 32(2), 106-112.
- Marôco, J. (2018). Análise estatística com o SPSS statistics (7ª ed.). Lisboa: ReportNumber.
- Mellor, D. T., & Nosek, B. A. (2018). Easy preregistration will benefit any research. Nature Human Behaviour, 2(2), 98.
- Petursdottir, A. I., & Carr, J. E. (2018). Applying the taxonomy of validity threats from mainstream research design to single-case experiments in applied behavior analysis. Behavior Analysis in Practice, 11(3), 228-240.
- Prada, M., & Garrido, M.V. (2013). Conhecer as regras do jogo: Uma introdução às normas para escrita científica da American Psychological Association. Psicologia, 27 (2), 107-143.
- Reis, R. T., & Judd, C. M. (Eds.). (2000). Handbook of research methods in social and personality psychology. Cambridge: Cambridge University Press.