Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MPP

Filosofia Política Contemporânea (2 º Sem 2017/2018)

Código: 01709
Acrónimo: 01709
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 21.0 h/sem 129.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2011/2012
Pré-requisitos Não se aplica.
Objectivos Identificar os problemas básicos da Filosofia Política contemporânea; conhecer as principais teorias e os seus autores mais relevantes; ser capaz de se posicionar criticamente diante dessas teorias; aplicar essas mesmas teorias a áreas específicas no âmbito das políticas públicas.

Programa TEORIAS
1. O utilitarismo ? da versão clássica à contemporânea;
2. A ?justiça como equidade? e a sua tendência igualitária (John Rawls);
3. O libertarismo baseado na ?propriedade de si mesmo? (Robert Nozick);
4. O comunitarismo pluralista (Michael Walzer) e outras versões.
APLICAÇÕES
1. Migrações internacionais e políticas de abertura ou fechamento das fronteiras;
2. Multiculturalidade e políticas multiculturalistas;
3. O acesso a cuidados de saúde;
4. A justiça, a educação e a família.

Processo de avaliação A avaliação será feita mediante a presença activa nas aulas (25%), uma curta apresentação oral (25%) e um trabalho escrito com 3.000 palavras (50%).

Processo de ensino-aprendizagem As metodologias a utilizar incluem a exposição teórica, a análise de textos e o debate conduzido pelo docente.

Observações
Bibliografia básica Nozick, Robert, Anarquia, Estado e Utopia, Coimbra, Edições 70, 2009 [1.ª ed. em inglês: 1974]
Rawls, John, Uma Teoria da Justiça, Lisboa, Presença, 1993 [1.ª ed. em inglês: 1971]
Rosas, João Cardoso (org.), Manual de Filosofia Política, Coimbra, Almedina, 2008
Singer, Peter, Ética Prática, Lisboa, Gradiva, 2000 [1.ª ed. em inglês: 1993]
Walzer, Michael, As Esferas da Justiça, Lx, Presença, 1999 [1.ª ed. em inglês: 1983].
Bibliografia complementar