Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MCCTI

Participação Política e Poder na Era Digital (2 º Sem 2018/2019)

Código: 01729
Acrónimo: 01729
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 21.0 h/sem 129.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2017/2018
Pré-requisitos Não aplicável
Objectivos Na era digital, instituições políticas, atividades e relacionamentos são cada vez mais mediados e moldados pelas tecnologias de informação e comunicação. O uso quotidiano das tecnologias da informação e comunicação tem sido um pilar importante na transformação da relação do cidadão com a comunidade em que está inserido e com as demandas junto do estado pela concretização de novos direitos e pela vigilância crítica e atenta de problemas sociais diversos e globais. Novas relações implicam novas formas de governamentalidade e reequacionam as estruturas de poder suscitando novas fontes de equilíbrio. O curso proporciona aos alunos um kit de conceitos e métodos para a análise das transformações sociais e políticas ancoradas nas novas formas de participação política e social dos cidadãos.
Programa I - Ecossistema comunicacional na era digital
1. Esfera pública digital
2. Comunicação em rede
3. Relevância, credibilidade e escândalo

II - Participação social e participação política
1. Modalidades de participação
2. Novas formas de participação
3. Impactos das TIC nas formas de participação
4. Envolvimento cívico: novas causas e empoderamento

III. Poder na Era Digital
1. Conceptualizando o Poder
2. Governamentalidade
3. Novas formas de difusão do poder
4. Cidadania
Processo de avaliação A avaliação divide-se em dois momentos. Uma pequena pesquisa apresentada em aula sobre um dos tópicos do curso (20%) e um ensaio final (80%).
Processo de ensino-aprendizagem A metodologia de ensino combina exposição docente, e intervenção discente (nomeadamente da discussão de temáticas e pesquisas). Espera-se dos estudantes trabalho próprio de apreensão e aprofundamento das temáticas trabalhadas.
Observações
Bibliografia básica Benkler, Y. (2007) The Wealth of Networks: How Social Production Transforms Markets and Freedom. New Haven: Yale University Press.
Carpentier, N. (2011).Media and participation: A site of ideological-democratic struggle. Bristol; Chicago: Intellect.
Castells, M. (2012).Networks of outrage and hope: Social movements in the Internet age. Chichester, UK: Wiley.
Dahlgren, P. (2013).The political web: Media, participation and alternative democracy . Basingstoke, New York: Palgrave Macmillan.
Foucault, M.(2008), The Birth of Biopolitics, Lectures at the Collège de France 1978-1979, Nova Iorque, Palgrave Macmillan.
Thompson, J. (2000). Political scandal: power and visibility in the media age, Cambridge: Polity Press.


Bibliografia complementar Campos, Ricardo, Pereira Inês e José Alberto Simões (2016), "Ativismo digital em Portugal - um estudo exploratório", Sociologia , Problemas e Práticas 82, 27-47.
Cardoso, G., Santos, S. & Telo, D. (2016). Jornalismo em tempos de crise. Lisboa. Mundos Sociais.
Dubois, Jean-Pierre (2003), "Cidadania social e mundialização dos direitos", em José Rebelo (org.) Novas Formas de Mobilização Popular, Porto, Campo das Letras.
Esarey, Ashley and Xiao Qiang (2011), "Digital Communication and Political Change in China", International Journal of Communication 5, 298- 319.
Fenton, Natalie & Veronica Barassi (2011), "Alternative media and social networking sites: the politics of individuation and political participation", The Communication review 14, 179-196.
Fernandes, António Teixeira (2007), "Estado, democracia e legitimidade", em José Madureira Pinto e Vírgilio Borges Pereira (Orgs.), Pierre Bourdieu. A teoria da Prática e a construção da Sociologia em Portugal, Porto, Edições Afrontamento.
Geniets, Anne (2010), "Lost in translation: why civic online efforts in Britain have failed to engage young women from low socioeconomic backgrounds",  European Journal of Communication 25 (4):398 - 420.
Harfoush,R. (2009) Yes We Did: How Social Networks Built the Obama Brand, New Riders Press.
Harlow, Summer and Thomas J. Johnson (2011), "Overthrowing the Protest Paradigm? How the New York Times, Global Voices and Twitter Covered the Egyptian Revolution", International Journal of Communication 5, 1359-1374.
Kreiss, Daniel and Philip N. Howard (2010), "New challenges to political privacy", International Journal of Communication 4, 1032-1050.
Lee, Kyung (2015) When Big Brother Uses Twitter, Too: Productive Forms of Policing and the Roleof Media in the Seoul G20 Protests in South Korea, Communication, Culture & Critique 8, 376-394.
PARADISO, Maria (2013) The Role of Information and Communications Technologies in Migrants from Tunisia's Jasmine Revolution, Growth and Change Vol. 44 No. 1, pp. 168-182.
Santos, S. (2016). Como melhorar a confiança no Estado de Direito?. In Instituto da Defesa Nacional (Ed.), Políticas Públicas e o papel do Estado no século XXI - Ciclo de mesas redondas "Ter Estado". (pp. 263-269). Lisboa.
Stohr, Rachel (2015) Transnational Feminism, Global Governance, and the Reimagination of the Organization-Society Relationship: A Case Study of the Women's Environment and Development Organization, Communication Theory 25 208-229.
Viegas, J.M. Leite, Faria, S. & Santos, S. (2010). Envolvimento associativo e mobilização cívica. In José Manuel Leite Viegas, Susana Santos e Sérgio Faria (Ed.), A qualidade da democracia em debate: deliberação, representação e participação políticas em Portugal e Espanha. (pp. 157-180). Lisboa: Mundos Sociais.