Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MES

Infância e Juventude: Perspetivas Transdisciplinares (2 º Sem 2019/2020)

Planeamento

Aulas Teórico-Prática

Aula 1

Sessão 1

Apresentação dos objetivos, sistema de ensino-aprendizagem
e de avaliação
Infância e juventude como construções sociais (1)

A infância e a juventude não constituem uma condição natural e universal do
desenvolvimento humano passível de ser compreendida pela sua condição etária,
mas uma construção sociocultural

Aula 2

Sessão 2

Infâ n cia e juventude como construç õ es sociais (2)

A infância e a juventude não constituem uma condição natural e universal do desenvolvimento humano passível de ser compreendida pela sua condição etária, mas uma construção sociocultural.

Aula 3

Sessão 3

A idade como princípio básico de organizaç ã o social em diferentes contextos sociais e culturais

Idade como categoria que medeia entre o biológico e o social; Idade como terreno simbólico para legitimar relações de hierarquia e dependência, diferença e semelhança e padrões de temporalidade; perspetivas sociohistóricas e sociológicas sobre a idade e a infância; a historiografia da infância de Ariès.

Aula 4

Sessão 4

Sessão temática com convidado: Inês Pinto - A infância e a adolescência na perspetiva da Pedopsiquiatria

Aula 5

Sessão 5

A nova sociologia da infância e a era dos "nativos digitais"

Estudos contemporâneas sobre a Infância. A nova sociologia da Infância. Comunicação e crianças (da "passividade" das audiências infantis à agência infantil nos processos comunicativos). As perspetivas da "natividade digital" das crianças e os seus críticos.

Aula 6

Sessão 6

Aprendizagens na relaç ã o com os pares: sociabilidades e culturas juvenis

Esta aula irá abordar as sociabilidades e a diversidade de culturas juvenis, tendo como foco a componente de criatividade das vivências quotidianas estabelecidas entre o grupo de pares.

Aula 7

Sessão 7

Arte e criatividade juvenil nas margens da cidade

A proposta desta aula será abordar as experiências de criatividade dos jovens das periferias urbanas. Apresentar-se-á a experiência de empreendedorismo dos guias de Arte Urbana da Quinta do Mocho (Loures), bem como outros projetos artístico-culturais de Lisboa e do Rio de Janeiro.

Aula 8

Sessão 8

Métodos e técnicas de pesquisa etnográfica com coletivos culturais da periferia

A proposta desta sessão será discutir os desafios metodológicos de se fazer investigação em áreas marcadas por processos de precarização, refletindo sobre as experiências concretas de pesquisa com coletivos juvenis nas periferias de Lisboa e nas favelas do Rio de Janeiro.

Aula 9

Sessão 9

Métodos e fontes estatísticas sobre crianç a s e jovens

Pretende-se nesta sessão dar uma visão geral sobre as principais tendências e desafios metodológicos na investigação com crianças e jovens, bem como sobre as fontes estatísticas oficiais disponíveis, entre outras fontes (INE, Pordata, UNICEF, etc.), no sentido de se entender como podem ser (ou não) relevantes para ajudar a enquadrar e contextualizar estruturalmente uma questão de pesquisa.

Aula 10

sessão 10

Sessão com convidado(a) (a definir).

A sessão contará com a presença de um ou vários convidados com trabalho prático no desenvolvimento e intervenção no quadro de projetos educativos com crianças e/ou jovens.