Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  GERH

Liderança, Gestão de Equipas e Negociação (2 º Sem 2017/2018)

Código: 03157
Acrónimo: 03157
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 8.0 h/sem 0.0 h/sem 2.0 h/sem 30.0 h/sem 120.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2016/2017
Pré-requisitos Não
Objectivos Facultar aos alunos conhecimento e aplicação sobre o funcionamento das organizações enquanto sistema social constituído por múltiplos grupos interdependentes e ancorados em processos de liderança e de gestão de equipas.
Programa CP1- Organização: o quê, porquê e para quê.
CP2- Teorias funcionalistas sobre a liderança e abordagens recentes
CP3- Liderança e gestão: o caso português (estudo GLOBE)
CP4- Teambuilding
Processo de avaliação Sem prejuízo do estrito cumprimento do regulamento do programa, a avaliação contínua exige a presença mínima em 60% das aulas e inclui a realização de:
- Um trabalho, que poderá ser de grupo, com a ponderação de 40%;
- Uma prova individual, com a ponderação de 60% e uma nota mínima de 10 valores.
Avaliação em 1ª e 2ª épocas - realização de um exame final que representará 100% da nota final obtida, desconsiderando a componente de avaliação contínua.

Processo de ensino-aprendizagem Metodologias de ensino-aprendizagem: expositivas, para apresentação dos quadros teóricos de referência; participativas, com análise e resolução de exercícios práticos e discussão de casos; activas, com realização de trabalhos individuais e de grupo.
Observações -
Bibliografia básica Daft, R. (2011). The leadership experience, 6ª ed, Thomson South-Western, USA.

Bibliografia complementar Bertcher, H. J. (1994). Group participation: Techniques for leaders and members. (2nd edition). London: Sage.
Brown, R. (2000). Group processes: Dynamics within and between groups. Oxford: Blackwell.
Cameron, K. S., Quinn, R. E., Degraff, J. & Thakor, A. V. (2006). Competing Values Leadership: creating value in organizations, Cheltenham, Edward Elgar Publishing.
Campbell, D. (2002). Campbell leadership descriptor, Participant workbook, Jossey-Bass/Pfeiffer, São Francisco.
Driskell, J. E., Radtke, P. H., & Salas, E. (2003). Virtual teams: Effects of technological mediation on team performance. Group Dynamics: Theory, Research, and Practice, 7, 297-323.
Ferreira, J. M. C., Neves, J. G. & Caetano, A. (2011). Manual de Psicossociologia das Organizações. Escolar Editora, Lisboa.
Forsyth, D. R. (2010). Group dynamics. 5ª ed., Belmonte, Wadsworth Cengage Learning.
Hooijberg, R., Hunt, J. G. & Dodge, G. E. (1997). Leadership complexity and development of leaderplex model, Journal of Management, 23, 3. 375-408.
Jesuíno, J.C. (2007), Leadership and culture in Portugal, In J. S. Chhokar, F. C. Broadback & J. House, (Eds). Culture and leadership across the world, Psychology Press, Routledge, pp. 583-621.
Levi, D. (2011). Group dynamics for teams, London, Sage Publications.
Lourenço, P. R. & Dimas, I. (2011). O grupo revisitado: considerações em termos da dinâmica e dos processos grupais, In A. Duarte Gomes (Coordenador), Psicologia das organizações, do trabalho e dos recursos humanos, (pp. 133-199), Coimbra, Imprensa da universidade de Coimbra.
Mintzberg, H. (1975). The manager's job: Folklore and fact. Harvard Business Review. July-August, 49-61.
Neves, J., Garrido, M. & Simões, E. (2015), Manual de competências pessoais, interpessoais e instrumentais - teoria e prática - 3ª Ed. Lisboa: Editora Sílabo.
Whetten, D. & Cameron, K. (2005). Developing management skills, 6th Edition. New York: Pearson Prentice-Hall.
Yukl, G. (2013). Leadership in organizations, (8th ed.). Englewood Cliffs, NJ: Prentice Hall.
Thompson, L. (2001). Making the team (2nd Edition). Englewood Cliffs, NJ: Prentice Hall.