Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MPDRH

Economia dos Recursos Humanos (2 º Sem 2019/2020)

Código: L1907
Acrónimo: L1907
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 16.0 h/sem 4.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 21.0 h/sem 129.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2017/2018
Pré-requisitos Não se aplica
Objectivos Esta UC visa desenvolver um conjunto de competências que permitam compreender e interpretar o funcionamento do mercado de trabalho, utilizando uma lógica de raciocínio própria da ciência económica. Para isso serão apresentados modelos teóricos utilizados pelos economistas relativos ao funcionamento daquele mercado, assim como dados estatísticos e resultados retirados de trabalhos empíricos e a sua interpretação ao abrigo das teorias estudadas.
Programa 1. Emprego e desemprego: conceitos e dinâmicas recentes
CP1 - Conceitos e indicadores de emprego e desemprego
CP2 - Tendências recentes de emprego e desemprego

2. Emprego e desemprego: Quadros teóricos
CP3 - O modelo neoclássico do mercado de trabalho e suas aplicações
CP4 - O modelo keynesiano: crescimento e emprego e as controvérsias acerca da luta contra o desemprego na EU


3. Trabalho e emprego numa perspectiva institucionalista
CP6 - Mercados de trabalho internos, segmentação do mercado de trabalho e teoria da regulação

4. Diversidade das configurações institucionais e políticas de emprego
CP7 - Os vários tipos de modelos sociais na União Europeia
CP8 - Políticas de emprego
Processo de avaliação Nota = [Frequência]*50% +[trabalho de grupo]*50%
O trabalho de grupo aborda um tema proposto pelo docente. Pede-se a recolha e a análise de bibliografia e de dados estatísticos para alem dos textos indicados pela docente. O trabalho será apresentado e discutido na aula.
A frequência tem uma nota eliminatória de 7 ou menos.

Os alunos também podem optar por exame final (100%)
Processo de ensino-aprendizagem As aulas são teórico práticas. Os alunos são chamados a participar activamente. As aulas terão os seguintes elementos:1)O docente expõe o problema, apresenta factos e/ou dados e sistematiza as várias teorias económicas; 2)Procura-se, em conjunto, explicações para o problema; 3)São apresentadas aplicações das várias teorias a situações e/ou políticas concretas; 4)São apresentados dados com vista a verificar da pertinência das explicações teóricas, num exercício de avaliação crítica das teorias.
Observações
Bibliografia básica 1. Caderno de textos com extractos dos seguintes manuais:
- Borjas, George (2010, 5ª ed): Labor Economics, MacGraw-Hill, Boston.
- Smith Stephen (2003, 2ª ed): Labour Economics, Routledge, London.
2. Lopes, Helena (2017): Apontamentos Módulo1. (Disponível no e-learning).
3. MTSS (2016): Livro Branco das Relações Laborais, Lisboa, MTSS.
4. Banco de Portugal (2015): O mercado de trabalho português e a grande recessão, in Boletim Económico, Lisboa-Banco de Portugal, pp.77-100
Bibliografia complementar Banco de Portugal (2009): A Economia Portuguesa No Contexto Da Integração Económica, Financeira e Monetária, http://www.bportugal.pt/pt-PT/EstudosEconomicos/Publicacoes/outras/Biblioteca%20de%20Tumbnails/Publica%C3%A7%C3%A3o%20completa.pdf
- Carvalho da Silva, M; Hespanha, P.; Caldas, J (ed) (2017): Trabalho e polìticas de emprego, Oservatório das Crises e Alternativas, Coimbra:CES.
- Centeno Luís (coord.) (2006): Flexibilidade e segurança no mercado de trabalho português, Colecção Cogitum nº 25, Lisboa, DGEEP.
- Centeno Mário (2013): O trabalho - Uma visão de mercado, Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos.
- European Commission: (2015): Employment and social developments in Europe Report - 2014; Office for official publications of the European Communities, Luxembourg.
- Esping-Andersen Gotta (1990): The Three Worlds of Welfare Capitalism, Princeton, Princeton University Press.
- Hudson Kenneth (2007): The new labor market segmentation: labor market dualism in the new economy, Social Science Research, 36: 286-312.
- Lopes Helena (2011): Why do people work? Individual wants vs common goods, Journal of Economic Issues, XLV(1): 57-74.
- Lopes Helena (2007, 3ªed.): Enquadramento Macroeconómico da Política de Emprego, in CAETANO António e VALA Jorge (org.): Gestão de Recursos Humanos, RH Editora, Lisboa.
- OECD (2016):  Employment Outlook  2015, Paris, OCDE.
- Ribeiro Mendes, Fernando (2011): Segurança Social: O futuro hipotecado, Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos.
- Santos Bob and Fernandes Sofia (2015): Internal devaluation and unemployment: the case of Portugal, Policy Paper 154, Jacques Delors Institute
- Vaughan-Whitehead, Daniel (ed.) (2014): The European Social Model in Crisis: Is Europe losing its Soul?, Geneva, ILO.


Sites Internet :

- http://europa.eu.int; http://epp.eurostat.cec.eu.int; www.gep.mtss.gov.pt; www.oecd.org; www.ine.pt; www.bportugal.pt; www.ilo.org/lisbon