Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  LA

Problemáticas Centrais da Reflexão Antropológica (1 º Sem 2018/2019)

Código: L5067
Acrónimo: L5067
Nível: 1º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 36.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 37.0 h/sem 113.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2014/2015
Pré-requisitos Não se aplica
Objectivos 1. Estimular os estudantes no sentido da relevância e valor permanentes em estudar 'outras' sociedades e culturas, implicando implicitamente a comparação com as 'nossas';

2. Fornecer um conjunto de conhecimentos básicos acerca de algumas das principais problemáticas centrais influentes na antropologia dita clássica (nomeadamente, a troca e a reciprocidade, a interacção e a transacção, as redes e a acção, a prática e as estratégias). Através de leituras introdutórias de um reduzido número de textos-chave e autores influentes, sensibilizam-se os estudantes para as articulações, afinidades e desfasamentos entre as referidas problemáticas;

3. Salientar como as principais problemáticas centrais da disciplina foram influenciadas por escolas teóricas concretas e personalidades específicas, na articulação de modelos teóricos de longo alcance.
Programa Terminologias: Antropologia Social e outras;
10 Metodologias Etnográficas Clássicas;
Malinowski e o trabalho de campo prolongado;
Problemática I: troca e reciprocidade;
Problemática II: interacção e transacção;
Ensaio na aula;
Problemática III: redes e acção;
Problemática IV: prática e estratégias;
Dois exemplos etnográficos (Trás-os-Montes e Wall Street);
Ensaio na aula;
Conclusões: teorias e práticas
Processo de avaliação Participação activa e demonstração de compreensão das leituras (10% dos 50% do ensaio final); dois ensaios escritos na aula (25% cada), um dos quais pode ser substituído por um seminário, por 1 ou 2 discentes (20-40 mins.); ensaio final até 5 pp. A4, entregue em Janeiro (data a marcar) sobre qualquer tema (50%).

Um 'Guião' de apoio a este ensaio final será distribuído.

O exame final recai apenas sobre a Bibliografia Básica e os tópicos principais tratados e discutidos nas aulas.
Processo de ensino-aprendizagem Um reduzido número de textos são lidos previamente às aulas, escrupulosamente seleccionados pela sua natureza didáctica. Serão distribuídas bibliografias de textos antropológicos úteis de cunho introdutório (como Fox 1986; Kuper 1996) e enciclopédias de antropologia (como Barnard & Spencer 2002) e das ciências sociais. A bibliografia estará disponibilizada em fotocópias (na Papelaria DISCOPI) e PDFs (no g-mail da turma).
Observações Poderá haver ligeiras alterações neste programa ao longo do semestre.

Os estudantes devem utilizar-se as três bibliotecas próximas especializadas em antropologia: ISCTE/IUL, CRIA (Edifício I) e ICS.
Bibliografia básica BOURDIEU, P. 2002 (1972) Esboço de uma Teoria de Prática. Oeiras: Celta ['Estratégias Matrimoniais', Caps. 2 e 5].

EVANS-PRITCHARD, E. 1978 (1946-1950) Antropologia Social. Lisboa: Edições 70 (Caps. I,III,IV).

FELDMAN-BIANCO, B. 1987 (org.) Antropologia das Sociedades Contemporâneas: Métodos. São Paulo: Global Universitária [Intro. e textos de BARNES, BOISSEVAIN].

HO, K. 2009 Liquidated: An Ethnography of Wall Street. Durham: Duke University Press (Intro., Cap.7).

MALINOWSKI, B. 1997 (1922) 'Intro.' Ethnologia Nº 6-8; 17-38.

----  1961 (1922) 'The Essentials of the Kula' (Cap. III) e 'The Meaning of the Kula' (Cap.XXII) Argonauts of the Western Pacific. Nova Iorque: E.P. Dutton; 81-104 e 509-518.

ONEILL, B. J. 1989 'Repensando Trabalhos Colectivos Lúdicos: A Matança do Porco em Alto Trás-os-Montes' F. O. Baptista et. al. (orgs.) Estudos em Homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira. Lisboa: INIC/Centro de Estudos de Etnologia; 471-520.  
                       
Bibliografia complementar As referências com asteriscos deveriam aparecer na Bibliografia Básica, cujo campo limita ridiculamente o número de títulos a apenas 500 caracteres.

References with asterisks should have appeared within the Basic Bibliography, which has a ridiculously small space limit of 500 characters.



BAILEY, F. G. 1971 (org.) Gifts and Poison: The Politics of Reputation. Oxford: Blackwell.

BARNARD, Alan 2000 History and Theory in Anthropology. Cambridge: Cambridge University Press.

BARNES, J. A. 1977 (1954) 'Class and Committees in a Norwegian Island Parish' in Samuel Lienhardt (org.) Social Networks: A Developing Paradigm. Nova Iorque: Academic Press; 233-52.

BARTH, Fredrik 1959 Political Leadership among Swat Pathans. Londres: Athlone Press.

BERGER, Peter e Thomas LUCKMANN 1999 (1966) A Construção Social da Realidade: Um Livro sobre a Sociologia do Conhecimento. Lisboa: Dinalivro.

BLOK, Anton 1988 (1974) The Mafia of a Sicilian Village 1860-1960: A Study of Violent Peasant Entrepreneurs. Prospect Heights, Illinois: Waveland.

BOISSEVAIN, Jeremy 1974 Friends of Friends: Networks, Manipulators, and Coalitions. Oxford: Basil Blackwell.

* BOURDIEU, Pierre 1985 'De la Règle aux Stratégies' Entretien avec Pierre Lamaison, in Terrain: Carnets du Patrimoine Ethnologique 4 (Famille et Parenté); 93-100 (reimpresso in Pierre Bourdieu Choses Dites. Paris: Minuit, 1987; 75-93).

----  1987 A Economia das Trocas Simbólicas (Introdução, Organização e Seleção de Sérgio Miceli). São Paulo: Perspectiva (2ª edição).

----  1989 O Poder Simbólico. Lisboa: Difel.

* ----  2001 (1994) 'Será Possível um Acto Desinteressado?' in Pierre Bourdieu Razões Práticas: Sobre a Teoria da Acção. Oeiras: Celta; 103-118.

DENZIN, Norman e Yvonna LINCOLN 2000 'Introduction: The Discipline and Practice of Qualitative Research' in Norman Denzin e Yvonna Lincoln (orgs.) Handbook of Qualitative Research. Thousand Oaks, California: Sage (2nd edition); 1-28.

FORTES, Meyer e E. E. EVANS-PRITCHARD 1981 (1940) Sistemas Políticos Africanos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian ['Prefácio' de A. R. Radcliffe-Brown (3-24) e 'Introdução' de Fortes e Evans-Pritchard (25-62)].

FOX, Robin 1986 (1966) Parentesco e Casamento: Uma Perspectiva Antropológica. Lisboa: Vega (Posfácio de Mary Bouquet).

HANNERZ, Ulf 1992 'The Global Ecumene as a Network of Networks' in Adam Kuper (org.) Conceptualizing Society. Londres: Routledge; 34-56.

HUTCHINSON, Sharon 1996 Nuer Dilemmas: Coping with Money, War, and the State. Berkeley: University of California Press.

* KUKLICK, Henrika 2002 'Functionalism' in Alan Barnard e Jonathan Spencer (orgs.) Encyclopedia of Social and Cultural Anthropology. Londres: Routledge; 246-252.

KUPER, Adam 1996 (1973) Anthropologists and Anthropology: The Modern British School. Londres: Routledge (3rd revised edition).

* LAYTON, Robert 2001 (1997) Introdução à Teoria em Antropologia. Lisboa: Edições 70 [Caps. II (O Funcionalismo), IV (As Teorias Interaccionistas)].

LEACH, Edmund 1974 (1961) Repensando A Antropologia. São Paulo: Perspectiva.

* ----  1989 [1982] A Diversidade da Antropologia. Lisboa: Edições 70 (Introdução, Caps. I, IV, Conclusão, Glossário).

LESSER, Alexander 1968 (1961) 'The Right Not to Assimilate: The Case of the American Indian' in Morton H. Fried (org.) Readings in Cultural Anthropology Volume II: Cultural Anthropology (2nd edition). Nova Iorque: Thomas Crowell; 583-593.

LÉVI-STRAUSS, Claude 1955 Tristes Tropiques. Paris: Plon.

----  1986 (1983) O Olhar Distanciado. Lisboa: Edições 70.

* LINCOLN, Yvonna e Norman DENZIN 2000 'The Seventh Moment: Out of the Past' in Norman Denzin e Yvonna Lincoln (orgs.) Handbook of Qualitative Research. Thousand Oaks, California: Sage (2nd edition); 1047-65.

* LINTON, Ralph 1972 (1937) 'One Hundred Per Cent American' in Jesse Jennings e E. Adamson Hoebel (orgs.) Readings in Anthropology (3rd edition). Nova Iorque: McGraw-Hill; 280-281.

MALINOWSKI, Bronislaw 1989 (1967) Diário de Campo en Melanesia. Madrid: Júcar Universidad (A Diary in the Strict Sense of the Term. Stanford: Stanford University Press).

MEAD, Margaret 1973 'The Art and Technology of Field Work' in Raoul Naroll e Ronald Cohen (orgs.) A Handbook of Method in Cultural Anthropology. Nova Iorque: Columbia University Press; 246-265 (com XVI Plates fotográficos).

* MICELI, Sergio 1987 'Introdução: A Força do Sentido' in Pierre Bourdieu 1987 A Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo: Editora Perspectiva (2ª edição: Introdução, Organização e Seleção de Sergio Miceli); pp. VII-LXI.

ONEILL, Brian Juan 2006 'Estudo de Caso: Duas Mulheres Transmontanas' in Brian Juan ONeill  Antropologia Social: Sociedades Complexas. Lisboa: Universidade Aberta / Série Manuais 296; 112-138.  
                 
---- 2008 'Os Rituais como Expressões Multiculturais' in Artur Teodoro de Matos & Mário Lages (orgs.) Portugal: Percursos de Interculturalidade (Vol. III Multiculturalidade: Matrizes e Configurações), Lisboa: CEPCEP (Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa); 53-104.

* ----  2011 'Prefácio à Segunda Edição: Reflexões Sobre o Estudo de Caso Antropológico' e 'Posfácio ao Prefácio: Seixas 30 Anos Depois?' in Brian Juan ONeill Proprietários, Lavradores e Jornaleiras: Desigualdade Social numa Aldeia Transmontana 1870-1978 [1984]. Porto: Afrontamento; 13-62 e 63-67.

* ORTIZ, Renato 1983 'Introdução: A Procura de Uma Sociologia da Prática' in Renato Ortiz (org.) Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática (Série 'Grandes Cientistas Sociais' 39); 7-36.

* ORTNER, Sherry 1984 'Theory in Anthropology since the Sixties' in Comparative Studies in Society and History. Vol. 26, Nº 1 (Jan); 126-166 [reimpresso in Nicholas Dirks, Geoff  Eley e Sherry Ortner (orgs.) Culture/Power/History: A Reader in Contemporary Social Theory. Princeton: Princeton University Press, 1993; 372-411].

* ----  2006 'Introduction: Updating Practice Theory' in Sherry Ortner  Anthropology and Social Theory: Culture, Power, and the Acting Subject. Durham, North Carolina: Duke University Press; 1-18.
               
RADCLIFFE-BROWN, A. R. 1965 (1952) Structure and Function in Primitive Society. Nova Iorque: Free Press.

SANJEK, Roger 2002 'Ethnography' in Alan Barnard e Jonathan Spencer (orgs.) Encyclopedia of Social and Cultural Anthropology. Londres: Routledge; 193-198.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo 2002 'Society' in Alan Barnard e Jonathan Spencer (orgs.) Encyclopedia of Social and Cultural Anthropology. Londres: Routledge; 514-522.

WEINER, Annette 1989 (1976) Women of Value, Men of Renown: New Perspectives in Trobriand Exchange. Austin: University of Texas Press.

YOUNG, Michael 1979 The Ethnography of Malinowski: The Trobriand Islands 1915-18. Londres: Routledge.