Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MAE , MCP , MCTRL , MCCTI , MES , MEECult , EI , MEInt , MEU , GNM , MSS , MS

Análise de Conteúdo com Programas Informáticos (1 º Sem 2019/2020)

Código: M8107
Acrónimo: M8107
Nível: 2º Ciclo
Estruturante: Não
Língua(s) de Ensino: Inglês, Português
Língua(s) amigável(is):
Ser English-friendly ou qualquer outra língua-friendly, significa que a UC é leccionada numa língua mas que se pode verificar qualquer uma das seguintes condições:
1. Existem materiais de apoio em língua inglesa/outra língua;
2. Existem exercícios, testes e exames em língua inglesa/outra língua;
3. Existe a possibilidade de se apresentar trabalhos escritos ou orais em língua inglesa/outra língua.
1 6.0 0.0 h/sem 20.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 0.0 h/sem 1.0 h/sem 21.0 h/sem 129.0 h/sem 0.0 h/sem 150.0 h/sem
Em vigor desde o ano letivo 2018/2019
Pré-requisitos Não se aplica.
Objectivos Esta unidade visa fornecer aos alunos(as) competências práticas de aplicação da análise de conteúdo recorrendo a um programa informático especializado: MAXQDA.

Programa 1.A análise de conteúdo
1.1 Introdução. Estratégias de análise de conteúdo. Comparação da análise de conteúdo clássica com a grounded theory.
1.2 A questão da amostragem na seleção dos documentos a tratar. As etapas na realização da análise de conteúdo. As vantagens e desvantagens da análise de conteúdo. Aplicações da análise de conteúdo. Fiabilidade e validade na análise de conteúdo.
2. A utilização do software MAXQDA na análise de diversos tipos de dados qualitativos.
2.1 Etapas, processos e tarefas na utilização do MAXQDA: estrutura de codificação; labels; contagens;
3. Apresentação de resultados e publicação de estudos com análise de conteúdo
3.1 Produção de um codebook de apresentação dos resultados: excertos, contagens, proporções, nuvens de palavras,  
3.2 Publicação dos resultados em diferentes tipos de publicações
Processo de avaliação A avaliação é 1) periódica ou 2) final.
1) Avaliação periódica: os alunos serão avaliados com base na execução de ficha de leitura (30%); e de um trabalho individual de análise de indicadores estatísticos (70% da nota final); 2) Avaliação por exame final de 1ª ou 2ª época (a 1ª época é restrita aos alunos que optaram pela avaliação final); o exame vale 100% da nota da unidade curricular.
Processo de ensino-aprendizagem Esta unidade corresponde a 6 ECTS, 21 horas (TP20;OT1) de contacto  e 129 horas de trabalho autónomo. Os métodos de ensino visam promover a capacidade de aprender do aluno, de uma forma autónoma e contínua, e orientados para os objetivos de aprendizagem. As aulas teórico-práticas fornecem informação teórica e aplicação prática na análise de conteúdo com software. A tutoria oferece um apoio aos projetos e os alunos recebem feedback.
Observações .
Bibliografia básica Bryman, A. (2012). Social Research Methods. Oxford: Oxford University Press

Denzin, N.K., & Lincoln, Y.S. (2000). Handbook of Qualitative Research. London: Sage.

MAXQDA 12 Reference Manual, Verbi Software, Berlin

Bibliografia complementar Duarte, Vera (2015), "Delinquência Juvenil feminina a várias vozes. Contributos para a contrução de uma tipologia de percursos transgressivos", Sociologia, Problemas e Práticas 78, pp. 49-66.

Gomes, Rui Telmo (2014), "O pessoal está interessado numa tour". Ritos de procrastinação das cenas musicais underground", Sociologia, Problemas e Práticas 76, pp.51-68.

Lemos, Valter e Anabela Serrão (2015), "O impacto político do PISA em Portugal através dos media", Sociologia, Problemas e Práticas 78, pp. 87-104.

Nunes, Ana Rita e Sara Falcão Casaca (2015), "As mulheres perante o desafio de uma carreira internacional", Sociologia, Problemas e Práticas 77, pp. 77-94.

Silveira, Liane (2015), "Eu sou os olhos dela. As babás nas imagens, na praça ou na etnografia do olhar", Sociologia, Problemas e Práticas 77, pp. 95-111.