Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Sub Menu
ISCTE-IUL  >  Ensino  >  MGRH  >  Gestão de Recursos Humanos - 2011  >  Currículo  >  Gestão Avançada de Sistemas de Recursos Humanos

Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

Plano curricular Gestão de Recursos Humanos - 2011


Gestão Avançada de Sistemas de Recursos Humanos (M8509)

Contextos

Grupo: Gestão de Recursos Humanos - 2011 > 2º Ciclo > Unidades Curriculares Obrigatórias

Período: 1º Ano, 1º Semestre

Créditos ECTS

6.0

Tipo de ensino

Ensino presencial

Língua(s) de Ensino

Inglês

Pré-requisitos

-

Objectivos Gerais

Desenvolvimento de competências de diagnóstico e avaliação crítica de sistemas de controlo e recompensas. Desenvolver a capacidade conceber sistemas integrados de gestão de desempenho, gestão de carreiras e gestão de remunerações

Objectivos de Aprendizagem

1. Analisar criticamente as relações entre sistemas de controlo, carreiras e remunerações;
2. Definir políticas de gestão de carreiras, avaliação de desempenho e recompensas;
3. Conceber e implementar estruturas remunerativas;
4. Comunicar alterações nos sistemas de gestão de controlo, carreiras e remunerações.
5. Analisar criticamente os impactos do mercado de trabalho e da legitimidade nas mudanças de sistemas de GRH;

Programa

1. Introdução
- Gestão estratégica de RH e sistemas de controlo, carreiras e recompensa

2. Integração de sistemas de RH
- Controlo directo e indireto
- Relação entre tipos de controlo e sistemas de avaliação de desempenho
- Gestão de carreiras baseada na gestão de desempenho e de competências
- Definição de recompensas de acordo com os sistemas de controlo
- Definição de recompensas baseadas na avaliação de funções
- Definição de recompensas baseadas em competências

3. Concepção e implementação de estruturas remunerativas
- Tipos de remuneração
- Definição de níveis de remuneração
- Equidade interna e níveis de remuneração
- Efeitos organizacionais da equidade e da paridade
- Implementação de novas estruturas remunerativas e impactos financeiros
- Mercado de trabalho e equidade externa
- Legitimidade nos sistemas de GRH
- Comunicação organizacional na mudança de estruturas remunerativas

Processo de avaliação

- 1 Trabalho de grupo de 3 fases (ponderação 50%)
- 1 Trabalho individual (ponderação 50%).
- Os alunos que não entregarem qualquer trabalhos ou obtenham menos de 9 valores em qualquer trabalho ou mais de 20% de absentismo nas aulas serão excluídos da avaliação continua.
Os estudantes que optem por não efectuar quaisquer dos trabalhos ou apresentações ou que tenham sido excluídos da avaliação contínua poderão efectuar um trabalho final (ponderação 100%)

Processo de ensino-aprendizagem

Competências a desenvolver ao longo do semestre:
- Capacidade para analisar criticamente os condicionamentos e as relações entre sistemas de controlo, carreiras e recompensas e conceber possibilidades de mudança;
- Capacidade para conceber e alterar estruturas remunerativas;
- Capacidade para comunicar alterações em sistemas de controlo, carreiras e recompensas;
- Capacidade para alterar politicas de RH de forma a aumentar a sua legitimidade.

Observações

-

Bibliografia

Básica

- Baruch, Y. (2004). Managing Careers: Theory and practice. Prentice Hall
- Boxall, P. e Purcell, J. (2003). Strategy and human resource management. Palgrave
- Cascio, W. F. e Aguinis, H. (2005). Applied psychology in human resource management. Prentice Hall
- Costa, T., Duarte, H. e Palermo, O. (2014). Control mechanisms and perceived organizational support: Exploring the relationship between new and traditional forms of control. Journal of Organizational and Change Management, 27 (3), 407-429.
- Galang, M., Elsik, W. e Russ, G. (1999). Legitimacy in human resources management. Research in Personnel and Human Resources Management, 17, 41-79.
- Kabanoff, B. (1991). Equity, equality, power, and conflict. Academy of Management Review, 16 (2), 416-441.
- Milkovich, G., Newman, J. e Gerhart (2014) Compensation. McGraw Hill
- Snell, S. e Youndt, M. (1995). Human resource management and firm performance. Journal of Management, 21 (4), 711-737.

Complementar

- Armstrong, M. & Murlis, H. (2004), Reward Management, Kogan Page
- Arthur, M., Hall, D. e Lawrence, B. (1989). Handbook of career theory. Cambridge University Press
- DiMaggio, P. e Powell, W. (1993). The iron cage revisited: institutional isomorphism and collective rationality in organizational fields. American Sociological Review, 48 (2), 147-160.
- Gunz, H. e Peiperl, M. (2007). Handbook of career studies. Sage Publications
- Guthrie, J. (2007). Remuneration: Pay effects at wotk. In P. Boxall, J. Purcell e P. Wright (eds) The Oxford handbook of human resource management. Oxford University Press
- Marcus, B. e Schuler, H. (2004). Antecedents of counterproductive behavior at work: A general perspective. Journal of Applied Psychology, 89 (4), 647-660.
- Murphy K. e Cleveland, J. (1995). Understanding performance appraisal. Sage Publications.
- Toh, S., Morgeson, F. & Campion, M. (2008). Human Resource Configurations: Investigating Fit with the Organisational Context. Journal of Applied Psychology, 93 (4), 864-882
- Townley, B. (1993). Foucault, power/knowledge, and its relevance for human resource management. Academy of Management Review, 18 (3), 518-545.
- Williams, M., McDaniel, M. and Nguyen, N. (2006). A meta-analysis of the antecedents and consequences of pay level satisfaction. Journal of Applied Psychology, 91(2), 392-413
- White, G & Druker. (2000). Reward Management. A critical text. Routledge.